Televendas (11) 4565 2001
carrinho
0 itens
R$
0,00
Total

O cinema pode ser um espelho de diferentes épocas e sociedades. Por isso, a 2001 convida profissionais de diferentes áreas ligadas à sétima arte para recomendar ou analisar um filme que considerem relevante, sob a luz de diferentes universos: filosofia, psicanálise, educação, artes etc.



Feliz Que Minha Mãe Esteja Viva

Feliz Que Minha Mãe Esteja Viva


Indicação::

Inspirado em artigo de Emmanuel Carrère, autor de Um Romance Russo e O Adversário (adaptado para o cinema em 2002), o drama francês disseca o tenso reencontro entre um jovem problemático e a mãe biológica que o abandonou na infância. Inicialmente cercada de expectativa por parte do filho, a relação entre os dois evolui para uma fixação quase edipiana. 
 
Ex-assistente de Jean-Luc Godard e François Truffaut, Claude Miller (falecido em abril deste ano) dirige o filme a quatro mãos com o filho Nathan, evitando o sensacionalismo e clichês melodramáticos. Como é típico em seu cinema, Claude reserva para o espectador uma reviravolta desconcertante que muda a perspectiva da trama.


Feliz Que Minha Mãe Esteja Viva

((Je suis heureux que ma mère soit vivante), Franca, 2009, Colorido, 90 min.)

Imovision - Cinema Europeu

Direcao: Claude Miller,Nathan Miller

Elenco: Vincent Rottiers,Sophie Cattani,Christine Citti,Yves Verhoeven,Maxime Renard,Olivier Guand#xE9;ritand#xE9;e,Ludo Harley,Gabin Lefebvre,Quentin Gonzalez,Chantal Banlier

Sinopse: A identidade é um pedaço de nossa roupa desenhada por nossa infância. Aqueles que nos trouxeram ao mundo, nossos pais, criam a base de quem nós realmente somos. Mas o que acontece quando há a ausência de quem lhe criou? Dos 7 aos 20 anos, Thomas procurou por Julie, sua mãe biológica. Sem contar aos seus pais adotivos, ele volta aos braços da mulher que o abandonou aos 4 anos e inicia uma vida secreta.


Clique para comprar este produto



Um Sonho de Liberdade - Stephen King

Um Sonho de Liberdade - Stephen King


Indicação::

O brutal cotidiano das prisões sempre foi um tema recorrente no cinema. Das produções mais recentes, "Um Sonho de Liberdade" foi, de longe, a que melhor trabalhou o assunto. Baseando-se num conto de Stephen King, Frank Darabont, que depois dirigiu "À Espera de um Milagre", outra adaptação de King, fez um filme emocionante e surpreendente. No elenco, Tim Robbins, de "O Suspeito da Rua Arlington", e o grande Morgan Freeman, de "Seven - Os Sete Pecados Capitais".


Um Sonho de Liberdade - Stephen King

((The Shawshank Redemption), Estados Unidos, 1994, Colorido, 0 min.)

Warner Bros - Drama

Direcao: Frank Darabont

Elenco: Tim Robbins,Morgan Freeman,Bob Gunton,William Sadler,Clancy Brown,Gil Bellows,Mark Rolston,James Whitmore,Jeffrey DeMunn,Larry Brandenburg

Sinopse: Poucos filmes capturam o triunfo do espírito humano tão memoravelmente como Um Sonho de Liberdade. Morgan Freeman, e Tim Robbins estrelam neste poderoso filme, indicado para sete Oscar (incluindo melhor filme) baseado numa história de Stephen King. Freeman vive "Red"Reeding, um condenado a prisão perpétua que conhece bem as regras de Shawshank, uma prisão estadual no Maine. Robbins é o recém-chegado Andy Dufresne, um banqueiro inquieto condenado por assassinato. O espírito indomável de Andy ganha a amizade de Red; sua habilidade em solucionar problemas no dia a dia da prisão traz novas esperanças e mudanças à vida dos prisioneiros. Andy é cheio de surpresas - e ele reserva a melhor delas para o final.


Clique para comprar este produto



O Iluminado (1980) - Stephen King

O Iluminado (1980) - Stephen King


Indicação::

Para aqueles que crêem que sustos se faz com efeitos especiais, temos aqui a resposta. 
Com um belo trabalho de câmera, inteligência e o rosto de Jack Nicholson, Kubrick nos brinda com este ótimo filme de terror psicológico. Assista-o, se for capaz!


O Iluminado (1980) - Stephen King

((The Shining), Estados Unidos,Gra-bretanha, 1980, Colorido, 120 min.)

Warner Bros - Arte

Direcao: Stanley Kubrick

Elenco: Jack Nicholson,Shelley Duvall,Danny Lloyd,Scatman Crothers,Barry Nelson,Philip Stone,Joe Turkel,Anne Jackson,Tony Burton,Lia Beldam

Sinopse: Enfrente seus piores temores neste clássico do terror, inspirado em Stephen King, com roteiro co-adaptado e dirigido por Stanley Kubrick.Pense no mais inconcebível terror. Um monstro de outro planeta? Uma epidemia mortífera? Ou, como nesta obra-prima do diretor Stanley Kubrick, o medo de ser assassinado por alguém que sempre o amou e protegeu, um membro de sua própria família? Do roteiro que ele co-adaptou do livro de Stephen King, Kubrick mistura grandes interpretações, cenários ameaçadores, cenas extraídas de um sonho, com sustos constantes, transformando o filme em um marco do terror. No papel principal, Jack Nicholson (Aqui está Johnny) interpreta Jack Torrance, que vai para o elegante e isolado Overlook Hotel com sua esposa (Shelley Duvall) e filho (Danny Lloyd), para trabalhar como zelador durante o inverno. Torrance jamais havia estado naquele lugar antes. Ou será que havia? A resposta está na fantasmagórica jornada de loucura e assassinato.


Clique para comprar este produto



O Exercício do Poder

O Exercício do Poder


Indicação::

Vencedor do Prêmio da Crítica na mostra Un Certain Regard do Festival de Cannes de 2011, O Exercício do Poder esmiúça os meandros da política em toda a sua complexidade, sem estereótipos. 
 
Um trágico acidente com ônibus escolar é o estopim de uma crise e cabe ao Ministro dos Transportes vivido por Olivier Gourmet (O Filho) contorná-la para se segurar no cargo. A presença do ator, aliás, não é mero acaso, tendo em vista que ele já trabalhou diversas vezes com os irmãos Jean-Pierre e Luc Dardenne, coprodutores do filme. Com sua presença austera e forte, o ator-assinatura dos Dardenne compõe um político obcecadamente dedicado ao trabalho, mas também à sua carreira e imagem. E falível, principalmente sob pressão de todos os lados, pois o acidente é usado pela oposição e por segmento do governo favorável à privatização das estações ferroviárias. 
 
Nesse retrato multifacetado da política vista de dentro, não faltam assessores boçais, jogos de interesses e a manipulação da percepção dos eleitores; quase sempre, a versão transmitida para a opinião pública é bem diferente da verdade. 
 
* César de melhor roteiro original, ator coadjuvante (Michel Blanc) e som


O Exercício do Poder

(( L'exercice de l'État), Belgica,Franca, 2011, Colorido, 115 min.)

Imovision - Cinema Europeu

Direcao: Pierre Schöller

Elenco: Olivier Gourmet,Michel Blanc,Zabou Breitman,Laurent Stocker,Sylvain Deblé,Didier Bezace,Jacques Boudet,François Chattot,Gaëtan Vassart,Arly Jover

Sinopse:  
Bertrand Saint-Jean (Oliver Gourmet) é acordado no meio da madrugada com uma notícia estarrecedora, um ônibus repleto de crianças acabara de cair em um penhasco e ele como Ministro do Transporte terá de lidar com a situação. Entre crises econômicas, pressões políticas e a luta pelo poder, quais sacrifícios serão necessários para que mantenha seu cargo sem que perca sua dignidade?


Clique para comprar este produto



Camille Outra Vez

Camille Outra Vez


Indicação::

Camille (Naémie Lvovsky, de Adeus, Minha Rainha) tinha 16 anos quando conheceu Eric. Infelizmente, como a maioria dos casamentos modernos, o amor terminou e o marido a trocou por uma mulher mais jovem. Atriz desempregada, ela afoga as mágoas no álcool e desabafa suas frustrações com seu gatinho de estimação e confidente. 
 
À semelhança de Kathleen Turner em Peggy Sue (1986), Camille desmaia em uma festa e acorda no passado, prestes a completar 16 anos. Como num passe de mágica, ela reencontra seus pais, seus amigos e o ex – justamente na época em que se conheceram. Será que ela vai tentar escapar de seu destino e mudar a vida dos dois? Ou vai amar de novo, colocando em risco a existência de sua filha de 23 anos? 
 
Na casa de sua infância, a outrora quarentona volta a conviver com a mãe – que faleceria exatamente dentro de 40 dias – e o pai amoroso. Boa parte do humor nonsense e por vezes sentimental de Camille Outra Vez reside no fato da protagonista continuar sendo interpretada por Naémi, mas ser vista como uma adolescente por aqueles a sua volta. Ou seja, o espectador vê a mulher de meia idade do início interagindo naturalmente com os jovens no seu passado. 
 
Fisicamente, Camille não causa estranhamento para seus pares em 1985, mas sim para o espectador, que testemunha o choque cultural de alguém de 40 anos, muito mais experiente, trocando experiências com jovens no colegial. O que poderia se tornar uma comédia adolescente ganha humanidade pelo olhar maduro da atriz Naémie Lvovsky, que ainda coescreveu e dirigiu o filme premiado no Festival de Cannes em 2012. Não é todo mundo que tem a chance de reviver a adolescência e, o que é melhor, dividir alguns de seus melhores momentos com seus pais, tendo a maturidade de hoje.


Camille Outra Vez

((Camille Redouble), Franca, 2011, Colorido, 115 min.)

Imovision - Cinema Europeu

Direcao: Noand#xE9;mie Lvovsky

Elenco: Noand#xE9;mie Lvovsky,Samir Guesmi,Judith Chemla,India Hair,Julia Faure,Yolande Moreau,Michel Vuillermoz,Denis Podalydès,Jean-Pierre Léaud,Vincent Lacoste

Sinopse:  
Camille (Naémie Lvovsky) tinha dezesseis anos quando conheceu Eric (Samir Guesmi). Eles se apaixonaram e tiveram uma filha, porém, vinte e cinco anos depois, o casamento acaba e Eric a abandona por uma mulher mais jovem. Na noite de 31 de dezembro Camille, de repente, se vê novamente em seu passado, onde reencontra seus pais, seus amigos, sua adolescência e Eric. Será que ela vai tentar escapar de seu destino e mudar a vida dos dois? Ou será que ela vai amar de novo mesmo já sabendo o final de sua história?


Clique para comprar este produto